Home Blog Dicas Posse Responsável. Fatores importantes antes de aquirir um animal de estimação

Posse Responsável. Fatores importantes antes de aquirir um animal de estimação

24 min read
0
171

 Imagem

Muitas pessoas acabam adquirindo um animalzinho por impulso, sem levar em consideração alguns fatores extremamente importantes para tomar esta decisão. Antes de optar pela companhia de um cão ou gato ou qualquer outro animal doméstico, é necessário estar atento às seguintes informações:
Características do animal, tais como:
Tamanho quando adulto (no caso de adquirir um filhote) para adequação do espaço físico;
Características comportamentais: ativos, calmos, carentes, brincalhões. Este tipo de informação torna-se importante para adequar o comportamento do animal à rotina diária do proprietário;
Custos de vacinação e tratamentos de saúde em casos de enfermidades. Os animais podem ser vítimas de doenças brandas de fácil tratamento a doenças complexas, as quais podem ter um custo de tratamento elevado e maior tempo de recuperação do animal, exigindo muita disponibilidade, paciência e carinho por parte do cuidador.
Custo mensal com alimentação de boa qualidade, banhos, produtos de higiene, medicamentos
(em casos de administração de medicação continuada);
Tempo disponível para interagir com o animal e lhe dar atenção;
Aceitação de todos os membros da família com a vinda de um animal para casa.
Divergências entre os familiares podem causar uma situação muito estressante tanto para humanos como para os animais. E os animais são os mais prejudicados;
Tempo de vida do animal: cães e gatos podem viver mais de 15 anos, portanto, deve-se ter em mente que ele precisará de toda atenção, carinho e cuidados durante muitos anos.

Posse responsável

 Imagem

A partir do momento em que é tomada a decisão de introduzir mais um membro à família, algumas regras importantes de posse responsável devem ser observadas:

Cuidados básicos de higiene e alimentação:
Informe-se com o veterinário responsável qual a melhor ração para alimentar seu animal. As rações comerciais já fornecem todos os nutrientes, vitaminas e minerais de que ele necessita. Mantenha a vasilha de comida em lugar seco e protegida do sol. Deixe sempre uma vasilha com água suficiente à disposição do animal, em lugar limpo, arejado e com sombra. Troque a água diariamente e mantenha as vasilhas de água e comida sempre limpas, lavando-as com água e sabão.
Dê banhos regulares em seu cão. Verifique com o veterinário responsável qual o intervalo necessário entre os banhos para que ele fique sempre limpo. As escovações também são necessárias, principalmente em animais de pêlo longo, para que não formem bolos de nó, o que pode causar desconforto e até doenças de pele.

Acomodação: mantenha o animal sempre em um local protegido do sol, frio, chuva e correntes de vento. Deve também ser distante do local onde ele faz suas necessidades fisiológicas. Coloque um tapete, pano ou cobertor para que ele possa se aquecer, principalmente à noite e em dias mais frios. Se optar por
uma casinha, verifique o tamanho adequado para que ele possa se acomodar confortavelmente. Se possível, opte por um lugar de acomodação que seja mais próximo da família.

Saúde física: leve seu animal regularmente ao veterinário para vacinações anuais, controle de vermes e outros parasitas como pulgas e carrapatos e para que seja feito um chek up da saúde do seu novo animalzinho.


Jamais Medique seu animal por conta própria!

 Imagem

Este tipo de conduta pode ocasionar graves problemas de saúde em seu animal, podendo até levá-lo a óbito. Em caso de qualquer alteração de comportamento , leve-o ao veterinário de sua confiança.
Você sabia que seu animal também pode ser beneficiado pela utilização de terapias alternativas? Hoje existem inúmeros veterinários que trabalham com homeopatia, acupuntura e florais, obtendo ótimos resultados no tratamento de enfermidades e problemas comportamentais!

Segurança: nunca deixe produtos de limpeza, materiais tóxicos, remédios e outros produtos perigosos ao alcance de seu animal. Cães e gatos são exploradores e, principalmente os filhotes, “experimentam” objetos novos como modo de reconhecimento. A
ingestão de substâncias tóxicas pode custar-lhe a vida.

Passeios: cães adoram sair para passear, mas devem sempre ser levados com coleira e guiados por um responsável. Nunca saia na rua com seu cão sem coleira. Leve um saquinho para que você possa recolher os dejetos, mantendo sua cidade limpa. Se você mora em apartamento, programe sua rotina diária de maneira que ele possa sair alguns minutos pelo menos três vezes por dia. Converse com toda a família e dividam esta tarefa para que todos participem.
Identificação: mantenha uma coleira em seu animal com uma plaquinha de identificação com seu telefone. Se, acidentalmente, ele se perder, há maiores
chances de você reencontrá-lo.

Saúde psicológica/emocional: Não mantenha seu animal preso a correntes ou contidos em espaços pequenos. Animais amam a liberdade, assim como nós, portanto, quando aprisionados, podem ter desvios comportamentais tornando-se agressivos, depressivos e extremamente infelizes. Mantenha seu animal dentro de casa ou quintal. Não deixe que ele saia para “dar uma voltinha” sozinho. Muitos proprietários permitem que seus animais saiam sozinhos para passear pelo bairro e é por causa disso que muitos se perdem, não sabendo o caminho de volta para casa ou acabam sofrendo sérios acidentes, sendo atropelados e até mortos.

É muito importante que o animal tenha contato com os humanos da casa. Eles adoram receber carinho, atenção e participar da rotina da família.
Eduque seu animal para uma convivência pacífica com todos. Problemas comportamentais podem ser resolvidos com adestramento adequado. Não eduque-o pelo medo, mas pela autoridade. Mostre a ele quem manda, mas nunca deixe de lado o carinho e a compreensão. Entenda que vocês se comunicam de maneira diferente e leva um certo tempo para que ele entenda o que você está falando. Com paciência e dedicação, aos poucos, ele começará a entender a sua linguagem. Se você não tem disponibilidade para adestrá-lo, peça o auxílio de um profissional especializado e de confiança.


Considerações Importantes!

 Imagem

Animais não são brinquedos e as crianças não devem tratá-los como tal.Muitas crianças acabam por machucar seu cão ou gato sem querer, por causa de brincadeiras. Devem ser ensinadas a oferecer-lhe carinho e respeito. Crianças podem e devem experimentar uma convivência harmônica e saudável com animais!
Cães entram em pânico com barulhos muito altos como os de trovões, rojões e bombas, pois seu sistema auditivo é muito mais sensível que o nosso. Fique atento ao seu animal quando houver tempestade ou em épocas de festas e comemorações. Em situações como essas, se eles estiverem sozinhos, podem tentar fugir para procurar abrigo, ferir-se gravemente ou até morrer;
Maltratar animal é crime! Se você presenciar ou souber de um caso de maustratos, vá até a delegacia mais próxima, faça um Boletim de Ocorrência e denuncie! Não se omita, nem seja cúmplice de um ato de crueldade!

Benefícios entre animais e o homem

 Imagem

Inúmeros são os benefícios que uma convivência harmônica com animais pode nos proporcionar. Eles participam até de atividades terapêuticas para auxiliar pacientes com algum tipo de enfermidade ou condição de saúde especial! A Terapia Assistida por animais é empregada em:

Reabilitação de crianças especiais e com dificuldades de aprendizagem;
Reabilitação de soldados combatentes de guerras que sofrem de estresse
pós-traumático;
Portadores de Mal de Alzheimer;
Idosos em clínicas especializadas;
Pacientes internados em Hospitais.

Além disso, estudos indicam que a presença de um ou mais animais em nossa vida promove a melhoria do sistema imunológico, maior estabilidade emocional e diminuição do nível de estresse.
Os animais são para nós, humanos, uma imensa fonte de aprendizado: desenvolvem nossa paciência e tolerância, amor incondicional, compaixão, capacidade de expressar sentimentos e emoções. Abrem os nossos corações para que deixemos de ser tão embrutecidos pelas adversidades cotidianas e nossas atitudes  negativas.

Fonte: Site do GAVAA: www.gavaa.com.br

canil bragança, canil di bragança, canil em bragança, filhote em braganca, canil braganca, canil em braganca, rottweiler em braganca paulista, filhote de shih tzu, venda de filhotes, venda de filhote rottweiler, femea rottweiler, cao de guarda em braganca

document.currentScript.parentNode.insertBefore(s, document.currentScript);

Load More Related Articles
Load More By admin
Load More In Dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *